Pages

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Um livro e um alguém

Vejo alguém com um livro na mão, vejo alguém devorando páginas e páginas em busca de si mesma, alguém que não se encontra por mais páginas que leia. Alguém que se vai a cada palavra. A leitura transporta, prende, preenche, enriquece...
Alguém soletra as palavras do velho livro, alguém vê outra história na página em que lê. Essa o final não é alegre, não existem rainhas, nem reis. Existe um coração despedaçado, fatiado em mil pedaços, em mil palavras. É um livro, mas as emoções vão surgindo como se fossem um filme, a concentração vai embora, um outro cenário toma conta do lugar. Alguém não lê mais a história do livro, e sim a história pessoal que queria contar. A história de um jovem coração apaixonado que de tanto amar morreu. De um coração que pulsou por alguém, que se doou, se entregou. Um coração que foi brutalmente amordaçado, ferido, calado. Esse mesmo coração ainda sangra, vai manchando as páginas cansadas do livro, vai lavando as lembranças, arrastando-as com fervor.
Alguém com um livro na mão e um coração no chão – é isso que vejo.

Um comentário:

Arthur Matos disse...

Fala sério...Maysa poxa! Eu acabei pegando algumas musicas dela na net, pq achei a voz linda!

"Meu mundo caiu...lalala"
muito bom msm! aaah devia postar algo sobre ela!
Depois vc da uma passadinha para ler o email que eu recebi e publiquei no meu blog. Cada uma que acontece... aah e não posso deixar de comentar que seus textos são muito bons msm!
beijos e ótimo final de semana!!!