Pages

domingo, 28 de junho de 2009

Me ensina


Me ensina a perder, me ensina a te perder. Eu já não posso mais, não quero mais... Nossas vidas separadas pelos casos que criamos, e insistimos em manter – Para quê?
Quantas vezes mais?
Anda! Não tenha medo, não agora. Onde foi mesmo que paramos? Onde estacionamos os nossos desejos? Nossos planos? Ainda existem em você, em mim. E o que fazer?
Não tenha medo, não agora.
Ainda vejo o mesmo brilho em seus olhos, o mesmo calor em suas mãos, a mesma ternura em seus braços.
E quantas vezes mais vamos nos perder?

sábado, 27 de junho de 2009

1º ano do BaLaio de NoCa


Hoje faz um ano que estou aqui no BaLaio. Meu blog amigo e companheiro, ás vezes eu não tenho ninguém pra conversar, e depois que posto, me sinto mais leve, como se tivesse conversado com alguém. O BaLaio que abriga vários momentos de mim, com textos insanos, apaixonados, depressivos, embriagados (literalmente).
Sim, foi um ano de muitas emoções, né amigão? Encontros, desencontros, viagens, despedidas, saudades, amores, desamores...

Parabéns BaLaio de NoCa, por me aguentar por 1 ano.

=D


quarta-feira, 24 de junho de 2009

Depois da balada - São João

Ai ai... Depois da balada, ainda tenho disposição pra vim aqui postar no meu querido BaLaio. Depois de cervejas, Blacks, e muito arrastapé, ainda sinto como se pudesse ficar mais umas cinco horas dançando. E haja fôlego!

Á noite foi legal e proveitosa em vários sentidos, principalmente pra me fazer enxergar as coisas que são realmente importantes pra mim. E definitivamente, essa vidinha de balada todo final de semana não é o que eu quero pra mim. Adoro estar com os meus amigos, beber, dançar, mas... A vida não é só isso!
Estou chata e enjoada! Acho mesmo que deveria ir dormir, mas estou esperando os cabelos secarem. Eu sou limpinha, depois de uma noite de muito forró, ainda chego em casa pra tomar um “banho completo”. =D

Hein!
Levantaram tanto meu ego essa noite...rs Obrigada pessoas que me acharam bonita, e a vocês também, pessoas que acharam mas que não tiveram coragem de vim me dizer. Hahahahaha... Tchui!

E as pessoas que adoram me ver dançar... Tchuco! =D Vou dá uma paradinha, mas não desanimem, de vez em quando vou aparecer.

Eu ia começar a filosofar uns pensamentos que estão rodeando minha cabeça, mas, vou deixar para uma outra oportunidade. Afinal, filosofia de bêbado é um cu! E o sistema é bruto, inclusive pra mim.

“Taaa-ty no seu quadrado, Taty no seu quadrado” – Lembrado da última música que dancei no bar...rs

Comentário de uma das seguranças: Hoje você estava soltinha hein?
Resposta dessa que vos escreve: Sou assim todos os dias meu amor. (pensando: e o que você tem a ver com isso caralho? ¬¬ )

Querendo gritar: Owww mãe, desliga esse som! Eu quero dormir. ¬¬

Pq eu não consigo dormir com os cabelos molhados?? Droga!

*Estou espirrando horrores

Chega!
Já escrevi besteira demais para um único post.

Fui!
Tchui!

=D
rs

domingo, 21 de junho de 2009

Dando um “Up” no visual


Fazia tempo que estava pensando em cortar os cabelos. Quando voltei de Salvador, estava decidida a fazer uma visitinha ao Salão de Beleza, mas por um motivo e outro, sempre ficava adiando.


Ontem deu a louca, saí de casa à noite só para cortar a minha “jubinha” que estava pra lá de grande. Eu queria ele curtinho, mas meu cabelo sempre fica mais curto que o desejado, tudo isso porque “eu nasci com o cabelo enroladinho e um monte de cachinho na cachola”.
E como não poderia passar, aproveitei e comprei tinta para pintar os cabelos, mais uma tentativa falha de deixar ele com um tom meio avermelhado. Eu poderia resolver isso descolorindo o meu cabelo já que ele é muito escuro, mas não tenho a mínima intenção de fazer isso. Meio louco, não?! Mesmo sabendo que não vai ficar do jeito qu´eu quero, continuo pintando...rs
Ahhhh... Como é bom mudar de vez em quando! Eu estava precisando disso, então, nada melhor que começar pelos cabelos.

Agora só me falta dá um “up” em mim mesma.
Hein!

E mais tarde... Brasil joga contra a fabulosa Azzurra! Todo mundo fica achando que eu vou torcer pra Itália, mas eu nunca faço isso quando ela está jogando contra o Brasil. Porém, eu comemoro o gol deles do mesmo jeito...Hahahahaha =D
Já estou vendo que isso vai gerar confusão...rs

Por favor, hoje eu NÃO QUERO beber nada além de água. ¬¬
Né!


Pensando: Como é mesmo que se dança rebolando até o chão? rs

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Seja Jornalista você também


Ontem uma votação no Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por oito votos a um, que está suspensa a exigência do diploma para exercer a profissão de Jornalista no Brasil. O STF entende, que o diploma fere a liberdade de expressão concedida aos cidadãos brasileiros. Dessa forma, qualquer um que tenha o “dom” de escrever, de repente, pode se tornar um jornalista sem precisar passar quatro miseráveis anos dentro de uma universidade. Cabe ao órgão contratante exigir o diploma ou não.

A meu ver, perdi foi meu tempo fazendo Jornalismo. Deveriam ter decidido isso há quatro anos atrás ¬¬
Se o negócio já era esculhambado, agora ridicularizou de vez.


Eu mereço, né? Tsc,tsc,tsc...


Se a ideia de encarar uma nova graduação já era latente, isso só fez aumentar de ontem pra hoje. Agora é só uma questão de tempo voltar às salas de aula outra vez, mas agora, vou tratar de avaliar bem minha próxima escolha.

Eis a pergunta que não quer calar:
Vou limpar o rabo de quem com o meu diploma?

=D

Eu digo não ao retrocesso!

terça-feira, 16 de junho de 2009

Sentença - VI

Essa minh´alma de poeta, quase triste quando alegre, e ainda mais triste quando triste.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Ostras


1 ostra

2 ostras

4 ostras



muitas ostras



e...



6 pessoas felizes!

quarta-feira, 10 de junho de 2009

A covardia dos covardes


O que eu digo aos covardes? O que esperam os covardes? Aqueles que têm medo de amar, de serem felizes... Aqueles que por medo de sofrer não tentam, que por medo dos preconceituosos não levantam a bandeira da liberdade, a liberdade de si mesmo.

O que eu poderia pensar dos covardes? Que preferem continuar com suas vidas medíocres e sem sentimentos, mas respeitando os padrões.

Eu fujo das regras, quero ser a exceção. Isso não tem nada a ver com querer ser rebelde, ser do contra. Pelo contrário, eu sou a favor. A favor da vontade, do sim, da liberdade, por mínima que possa ser. Somos livres para fazermos qualquer coisa, desde que, isso não venha prejudicar o próximo, claro.

Chega de regras! No jogo da minha vida quem dá as cartas sou eu. E se você tem medo de me acompanhar, por favor, não me empeça de segui-lo.

Você se nega pra vida, e ela automaticamente se nega pra você. E quem nunca teve medo? Quem nunca foi covarde? Mas, depende exclusivamente de nós dizermos não a esses sentimentos opressores.


PS: Você nem vai saber que escrevi isso pensando em você, você nem vai chegar a ler. Não sei se sinto pena, ou simplesmente aceito a sua escolha. Desejo quee seus dias não sejam tão escuros quanto o receio que vejo em seus olhos.

domingo, 7 de junho de 2009

Pó.


Um dia tudo vira pó, tudo vira cinza
Um dia tudo se transforma, nada mais transborda
Além dessa melancolia...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Faz frio na metrópole



Logo que voltei de Salvador, eu falei que não ia mais viajar por um bom tempo, e já tem dois dias que estou aqui em São Paulo (outra vez). A viagem aconteceu meio de repente dessa vez, realmente não estava esperando, mas... Em poucos dias estarei outra vez em casa.

Ao chegar em Guarulhos, um frio de rachar me aguardava, eu que sempre fui apaixonada pelo frio, mas que nunca tive a oportunidade de experimentá-lo melhor (já que em Recife o frio é mínimo). Dava até pra soprar e ver a fumaça saindo pela boca...rs Que delícia, não?!

Ontem fui dá uma volta pelo centro. Eu sempre preguei que as pessoas ficavam mais bonitas e interessantes no inverno, com aquelas roupas maravilhosas de frio, e meus olhos ontem afirmavam isso a cada novo “modelito” que passava. É claro que existem umas combinações que ficam bizarras, mas no mais, é sempre um charme.

Eu poderia descrever aqui outras maravilhas de se fazer no friozinho, mas... SEM COMENTÁRIOS! rs (ao menos dessa vez)

Vou indo agora, que estou com os dedos congelando.

*Desejo imenso de um bom chocolate quente