Pages

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Rosa


"Sua boca é bem rosinha
é um tom de rosa que eu gosto
o rosa da tua boca".

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Coração, ainda choras?


Coração, não te disseram que saudade doía? Não te preveniram sobre esse imenso vazio que é o “depois”? E passam noites, dias, meses, e logo serão anos. Ainda te afliges? Não chore, não desta vez.
Desperta! É hora de viver, de sorrir. Eu não quero te ver batendo triste assim.
Que tolice sua, achar que amar e sofrer são coisas que podem se separar facilmente,acontece, claro. Mas, não estou falando de contos de fadas, estou falando da vida real. Essa é a sua realidade – nua e crua.
O amor que faz viver, é o mesmo que mata. E essa sua falta... Ah! Poderás suportar coração? Te vejo tão cansado. Não, não chore assim. Pare de sangrar, volte a pulsar. A pulsação de alegria, e não esse descompasso de dor.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Voçê mi faz felis


Comu eu poço dizer todu o beim qui voçê tem cauzado em mim? Sei lá, cuando voçê mi sorri assim, parece qui o céu começa a si abrir, e di repenti, tudu fica mas azul, mas bonito. Queria tantu seus beijus, seus abraçus... Adoru quandu voçê mi diz qui não vivi mas sem mim, eu sei que voçê vivi, mas não quer, purque escolheu dividir seus dias ao meu lado.
Voçê é tão especial, e me faz tão felis.
Adoru você e essi jeitinhu di dizer qui mi ama.

Beijus apaixonados di quem muitu ti quer.

*Não importa como se escreve, mas sim, o que se quer dizer através das palavras.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Martini - Bebida de moça?!


Bebida de moça? Foi o que me disseram, e eu até acredito nisso, mas... Como estou meio velha esses dias, até que tá fazendo efeito em mim, né? Que coisa!
Dores malditas... Alergia a álcool etílico, existe isso? Hahahaha.... Quero saber de onde surgem essas dores nas costas, e às vezes no estomago. E não é por beber muito, geralmente isso acontece quando eu bebo sentada, sem dançar, sem suar... Solta o som DJ que eu quero dançar!
Ou melhor, não quero não, estou com preguiça! =D

Eu vim aqui pra falar uma coisa, coisa essa quem nem vou comentar mais, pois não quero ouvir depois: - ela estava bêbada!
Bêbada é o C@$#! ¬¬

Não posso nem mais vim postar o que eu quero no meu blog? Rum! O BaLaio é meu gentem, oxe!
Tava lembrando da Lívia... Linda, você acaba rindo com as merdinhas que escrevo, né? Ao menos nisso tudo sai uma coisa boa, o seu sorriso! =D

Po po kerr face! Tchá, tchá... \o/

Caracaaaaaaaaaaaaaa.... Preciso dormir à noite! Ou não? Queria fazer coisinhas à noite... Hahay!

Enquanto isso, vou ouvir música e beber a vida!!!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Talvez

"Talvez a única maneira de me encontrar, seja me perder em você"

domingo, 19 de julho de 2009

Solidão

"A solidão do amor, é sempre uma solidão acompanhada"

sábado, 18 de julho de 2009

Na cama


Me deita na cama, me aperta, diz que me ama
Quero o calor dos seus braços, seus amassos - traços - misturados em mim
Me prenda em suas pernas, com força pr´eu não me soltar
Fale baixinho em meu ouvido, me arrenque suspiros - quero delirar
Me deixe com frebe, quente de ter você
Pode comer, beber... Se lambuze de mim!
Vai amor, me deita na cama e me queira pra si.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Festival de Inverno em Garanhuns


Depois de anos de promessa, ontem, finalmente eu fui para o Festival de Inverno de Garanhuns. \o/ E não por menos, combinei de ir com uns amigos, especialmente pra ver o show da Maria Rita. E... Valeu muito a pena, ela é simplesmente sincronizada no palco.

Uma pena o frio ter sido acompanhado de chuva, mas enfim, foi muito bom de qualquer forma. Queria ficar mais! =D

E fui ao delírio ao ouvir ela cantar (belissimamente) Santa chuva – música tema minha e de Elton, durante os quatro anos de faculdade.


Nota¹: Esse vestidinho dela... Hahay! =D


Nota²: Todos se evadiram logo após o show da Maria ¬¬ Como assim pessoal??? Eu só fui no carro pegar meu gorro, eu ia voltar pra festa. (pensando na falta de olhar pessoas bonitas depois do show)


"Vai chover de novo, deu na TV
Que o povo já se cansou de tanto o céu desabar
E pede a um santo daqui que reze ajuda de Deus
Mas nada pode fazer se a chuva quer é trazer você pra mim
Vem cá que ta me dando uma vontade de chorar
Não faz assim, não vá pra lá
Meu coração vai se entregar à tempestade

Quem é você pra me chamar aqui se nada aconteceu?
Me diz, foi só amor ou medo de ficar sozinho outra vez?
adê aquela outra mulher?
Você me parecia tão bem!

A chuva já passou por aqui, eu mesma que cuidei de secar
Quem foi que te ensinou a rezar?
Que santo vai brigar por você?
Que povo aprova o que você fez?
Devolve aquela minha TV que eu vou de vez

Não há porque chorar por um amor que já morreu

Deixa pra lá, eu vou, adeus
Meu coração já se cansou de falsidade"
(Santa Chuva - Marcelo Camelo)

terça-feira, 14 de julho de 2009

Carneirinho


Vou contar carneirinhos essa noite, talvez assim, meu sono venha mais depressa. Talvez assim, eu ocupe minha cabeça com a contagem, e não com pensamentos que impedem o sono de se aproximar de mim.


1 carneirinho...

2 carneirinhos...

3 carneirinhos...


(...)



210 carneirinhos...

300 car...

360 car..nei...

430 car..nei..rinhos...


...ZzzzZzZzzzz... -_-


Favor não me acordar essa semana!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

A Vida Secreta das Abelhas


Não vou pensar em nada, em mais nada.

Enquanto isso, leio desesperadamente páginas e páginas do meu livro. Leio a história dos outros, não quero saber da minha - não agora.


E por falar em leitura, recomendo o livro "A vida secreta das abelhas", da autora Sue Monk Kidd. O livro se passa no ínicio dos anos 60, numa região do EUA afetada pelo racismo. A vida secreta das abelhas, narra história de Lily Owens, uma garota branca de 14 anos, que por um motivo e outro convive com mulheres negras. E.... Eu não vou ficar contando aqui, vão ler o livro que vale muito a pena. =D Hehehe


O filme será lançado aqui no Brasil mês que vem (eu acho), de qualquer forma, o livro já me convenceu da história, vou ver o filme por pura curiosidade de ver como vão ficar as adaptações. E falando em filme... Tem Harry Potter essa semana, estarei lá com certeza. \o/\o/\o/

Engraçado, eu nunca li nenhum dos livros do pequeno (hoje grande) bruxo. Qualquer dia, compro a coleção pra ler.


Pronto! E eu vim aqui pra escrever sobre uma coisa, e acabei mudando "totalmente" de assunto...rs Normal!


*Querido BaLaio, gosto tanto de você!

sábado, 11 de julho de 2009

Escuta... Parte - IV


Eu queria te falar tantas coisas agora, mais tantas, que só o silêncio das minhas palavras poderão dizer tudo o que quero.
Mais uma vez não é? Sim, mais uma vez... Que dom magnífico é esse de me levar do céu ao inferno? Eu não permito mais, nunca mais. Você me coloca em situações pelas quais nunca imaginei passar, que nem em minhas imaginações cheguei a criá-las de tal forma.
A voz fica embargada e eu só sinto um aperto grande no peito, uma vontade de sair, sair e não voltar. Sair e não lembrar de você, das suas palavras, dessa covardia toda. Em algum momento você pensou em mim? Em como eu me sentiria?


(...)


Eu poderia te xingar de mil nomes, te gritar mil verdades, mas... O que importa tudo isso?

=...............


“Nada ficou no lugar, eu quero entregar suas mentiras, eu vou invadir sua alma, queria falar sua língua, eu vou publicar seus segredos, eu vou mergulhar sua guia, eu vou derramar os seus planos, o resto da minha alegria”. (Mentiras - Adriana Calcanhotto)

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Não nos derramamos mais


Eu te vi indo embora sem poder segurar
não consigo explicar o que de ti ficou em mim
o que de mim deixei ir contigo
já não existimos mais, nossa história será apagada pelo tempo
o mesmo tempo que irá apagar sua lembrança

É tudo tão vazio
escorro pelo ralo do banheiro
sangro - vivo em intenso pesadelo
e para onde foram levados todos os meus sonhos?
estão em seus braços?
devolva-me!
me traga de volta, me faça renascer pelos seus beijos
criar asas pelos seus abraços

Quantos desencantos derramo pelo quarto
e não nos derramamos mais em nossa cama
quantas lágrimas ainda cairão?
já não caímos no chão da sala - cansados de amar
e nem ao menos sei dizer o que de ti ficou em mim
o que de mim deixei ir - contigo.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

.Fumaça


Até o final do meu cigarro, você terá saído do meu pensamento como a fumaça que se espalha pelo ar... Vai, pode ir!

sábado, 4 de julho de 2009

Non Me Lo So Spiegare

Un po' mi manca l'aria che tirava
O semplicemente la tua bianca schiena...
E quell'orologio non girava
Stava fermo sempre da mattina a sera
come me lui ti fissava
Io non piango mai per te
Non farò niente di simile...
Si, lo ammetto, un po' ti penso
Ma mi scanso
Non mi tocchi più

Solo che pensavo a quanto è inutile farneticare
E credere di stare bene quando è inverno e te
Togli le tue mani calde
Non mi abbracci e mi ripeti che son grande,mi ricordi che rivivo in tante cose...
Case, libri, auto, viaggi, fogli di giornale
Che anche se non valgo niente perlomeno a te
Ti permetto di sognare
E se hai voglia, di lasciarti camminare
Scusa, sai, non ti vorrei mai disturbare
Ma vuoi dirmi come questo può finire?
Non me lo so spiegare
Io no me lo so spiegare

La notte fonda e la luna piena
Ci offrivano da dono solo l'atmosfera
Ma l'amavo e l'amo ancora
Ogni dettaglio è aria che mi manca
E se sto così..sarà la primavera..
Ma non regge più la scusa...

(Tiziano Ferro - 111)

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Banho de chuva


Ouço o barulho da chuva caindo lá fora. Quero banho de chuva caindo em mim, me molhando por fora, me lavando por dentro. Fazendo escorrer todo meu desespero – meu exagero.

Quero a chuva lavando minh´alma. Me deixando limpa dos maus pensamentos, dos tormentos que flagelam minha carne cansada, fraca.

Banhos de chuva em mim...
Quero ficar molhada, me sentir lavada – renovada.

Pode chover horas, dias, semanas, meses...

São pingos de chuva ou minhas lágrimas estão caindo?

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Realidade

"Ando tão a flor da pele, que qualquer beijo de novela me faz chorar"


*Isso de fato está acontecendo!