Pages

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Agonizando

Agonizando...
Meu amor está morrendo
Você não está vendo?
Ele se vai
e me deixa assim
obscuro, perdido.
Não me encontro
Não te toco
Agonizo!
Meu soluço não te alcança
Não te vejo por entre a nevoa que se transformou
as rosas que você não regou
estão morrendo, morrendo em meu peito
Agonizando... e o amor.. vai me deixando.

19 comentários:

- maria elis disse...

acho que você precisa de um novo jardineiro pra cuidar das rosas '-'

beijas tati :*

Marcelo Mayer disse...

luto pelo próprio amor... bom, muito bom

Luna Sanchez disse...

Ciclos, baby...ciclos.

Beijo, beijo.

ℓυηα

.Leonardo B. disse...

[espinho e folha fazem parte da rosa; a sua beleza é una e indivisível para quem de fora atenta, mas no interior, só a força que lhes corre da raiz ao raio de sol, faz com que aconteçam... assim na natureza, como na nossa natureza humana]

um dez cem meus abraços, Tatiane


Leonardo B.

Stéphanie Lopes disse...

me sintoo assim =[

lindoo lindoooo

beijooo

Nine disse...

Uau!
Lindo poema...
O amor que agoniza, como a rosa que desfolha, e morre...
lembra-me o 4º motivo da rosa, de cecília meireles:"Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim...E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim. "

Lindo, lindo o poema.

abraço...

Erica Ferro disse...

E eu quero que um certo amor me abandone.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Isso acontece e quando resolvemos fazer algo para evitar já não dá mais, é sempre assim pq será?

Abraços!

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

E vc vai deixá-lo morrer?

Kanauã Kaluanã disse...

Um poema com tanto sentimento dentro. Com tanta semente.
Que sinta o sol!
Porque para ser amor, tem de regar, depois do cuidadoso cultivo...
As flores sentem quando a água não vem. Então, algumas secam, mas outras se orvalham...
Que esta seja assim! Sobreviva do sol e do sereno até que venha o verdadeiro "jasmineiro".
E que enquanto existir um beija-flor, as pétalas persistam.

Um beijo.
.
.
.
Katyuscia.

Se7e/5 disse...

Numa noite quente e cheia de tesão estava necessitada de um duro e quente "rolinho de carne" bem dentro da caverna húmida do amor, entrou num barzeco e, foda-se!!, que moço lindo, uma autêntica obra de arte, perfeito e, saltava ás vistas, lindo, lindo, lindo! Um Adônis único com todas as letrinhas do desejo e tentação. Aproximei daquela montanha de beleza e tentei a sorte: -Você quer..., -ainda nem tinha bem articulado a palavra seguinte e já aquele corpão de bronze suado me arrastava para fora do bar. Meio desmaiada de emoção, recobrei meus sentidos num quarto excelente de hotel. Vá livrando da roupa, disse o pedação, e eu livrei, ficando nuinha e brilhando num calor intenso entre minhas coxas que já se escancaravam para receber o “rolão duro de carne”. Quando o gatão começou a despir-se...

O restinho???, nã, nã... só lá no se7e/5.

Mulher na Polícia disse...

Corre!!!

Faça respiração boca a boca!

15 compressões toráxicas e duas insuflações!

:)

Natália Corrêa disse...

amor também precisa de fertilizante
senão seca e murcha e morre

(como vc sabia que eu tinha passado? *-* brigaada!! um dia serei sua colega de trabalho :DD)

Dustin disse...

Seca esta rosa imaculada
Que por outrora foi beijada
Era vermelha radiante
Agora seca agonizante

Rega esta rosa imaculada
Para que possa ser beijada
E no vermelho de teus lábios
Se envaidecer como nos campos

Ilhados Aqui disse...

estou descobrindo esse mundo de blogs e divulgando o meu e minhas músicas para pessoas que eu acho que podem curtir... se arriscar: http://ilhadosaqui.blogspot.com/

Carol Mioni disse...

A passagem antes da passagem... sempre assim, o amor vai e volta. Na verdade ele nunca foi. Nós que achamos que ele nos abandona. =*

Lua disse...

Virar a pagina as vezes é mais preciso!

Boa semana guria, bjos!

sonho disse...

Para o amor sobreviver...há que saber cuidar...tal como a rosa...
Beijo d'anjo

Juliana Porto disse...

Se é pra ir embora que vá de vez. E te tire desse estado de espírito. Nada como um novo amor.
=)