Pages

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Olhando e vendo


Foi bom olhar pra você e ver que as coisas mudaram. Que não sinto mais o meu coração aos pulos ao te encontrar, que meus olhos não veem você em cada lugar por onde passo.  Os dias ficaram mais leves, isso eu já havia percebido. Você não me movimenta mais como antes, aliás, é totalmente imperceptível aos meus sentidos. É bom saber isso. Eu que acreditei que jamais me curaria de você por mais que os dias passassem. E olha só pra mim, me refazendo, me redescobrindo ainda melhor. Foi bom ter ido até o fundo do poço, pois agora eu consigo enxergar tudo com mais clareza. Foi bom ter te visto exatamente do jeito que você é, e não da maneira que eu te inventava pra mim. Sem arrependimentos, de fato. Só que agora passou e eu simplesmente posso sorrir sem nenhum pesar. Minha pele que outrora estava em carne viva, se refez. Me sinto tão forte agora! 
Estou em mim outra vez e não mais em você. 

4 comentários:

Maggie May disse...

a expressao em ingles para isso é otima: i'm over you!

Luna Sanchez disse...

No auge do desespero a gente duvida que a cura exista, mesmo já tendo passado por sofrimento semelhante antes. Juramos que dessa vez é diferente, é muito mais forte e também juramos que nunca mais vamos nos permitir chegar a tal ponto.

Como juramos em falso, né?

Rs

Um beijo.

Natália disse...

O tempo e a nossa cura andam de mãos dadas. É tão bom se sentir renovada!

Um beijo!

Dade disse...

Ainda serei e sempre sua primeira leitora do livro já tão esperado... não por fidelidade mas por coincidência!!!!!