Pages

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Simplesmente dói

É difícil não sentir sua ausência. Difícil não desesperar ao olhar do lado e não te encontrar. Eu juro que tenho tentado de todas as maneiras não pensar nessa distancia que tanto nos maltrata. Estou sendo forte, mas dói tanto. Na solidão da nossa cama, despejo meus soluços tristonhos. Anseio desesperadamente teus braços me abraçando, tua boca me procurando, me provando inteira.
Saudade dói, e aquela que temos que silenciar machuca ainda mais.

Nenhum comentário: