Pages

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Hoje


Hoje eu queria sair, correr, pular... Me perder por aí. Ouvir os sons que muito me agradam, saborear os sabores que me apetecem, me esconder nos braços que me aquecem.
Hoje eu queria não precisar falar além dos meus olhos, dos meus trejeitos exagerados (ou não). Pelo menos hoje, eu queria que não fosse necessário uma palavra sequer. Para mim, para os outros.

Um comentário:

emyhouseplus disse...

ás vezes, também me sinto assim