Pages

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Kiwi



Palavras. Tão lindas, tão pesadas, tão doces, tão duras. Dois lados de uma mesma força.
 Às vezes magoamos quem nos é mais caro com palavras que nunca deveriam ser ditas, e principalmente, sentidas.Usei desse tal “dom” que dizem que eu tenho e te machuquei, minha pequena. No ato da minha fúria e desespero vomitei letras, sílabas, frases, te maldizendo.  Fui tola, eu sei. Injusta e até infantil. Não serão palavras que irão curar os machucados que deixei em você, mas mesmo assim, desculpa. 
Com você tenho aprendido a ser melhor e a buscar sempre o melhor em mim. Você é minha parte boa, alegre e esperançosa.
Kiwi, te amo tanto e muito. Guia meus passos, minha vida, meu coração.

Optchá!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Oração



Meu Deus, não estou pedindo para que seja fácil. Apenas me dê forças suficiente para suportar os dias que me parecem ser tão pesados.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

(sem) Luz



À noite parece que está mais escura hoje, especialmente hoje. E fico tentando compreender os seus motivos. E deve haver algum, em algum lugar. Em algum lugar deve existir você. Ou somente aqui? Mas aqui está tão escuro, e eu só queria compreender. Deve haver algum motivo. Onde estará você? Não vejo mais sua luz pela janela, e especialmente hoje, à noite me parece mais escura.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Pedido

Me aceita assim, meu amor!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Vida

A vida é breve, e segue!
Ela não vai me esperar
Ela não vai te esperar
caminha...
...minha
enfim!



Foto: Foz do Rio Jaboatão - PE

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Por você


Por você, eu subiria o mais alto morro sem minha bombinha, eu tomaria leite sem açucar, eu comeria salada no jantar, eu seria a melhor jogadora de futebol, eu correria em pleno verão. Por você, eu iria trabalhar de bicicleta, transformaria meus sentimentos numa conta matemática, desenharia nas nuvens, e voltaria acreditar em papai noel. Por você, eu aceitaria mudar de cidade, viveria cada dia uma novidade e acharia graça ouvir o barulho do trovão. Por você, eu sinto que posso ser mais e melhor.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Não importa

Não me importa agora todas aquelas lágrimas que eu derramei, aquelas noites mal dormidas, as olheiras, os berros silenciosos, não me importa mais. Não me importa todos aqueles dias que eu me entreguei às bebidas, ao cigarro, a rua. Não me importa os fantasmas, o medo constante de que tudo de errado outra vez. Não me importa mais o que dizem de nós, se acreditam ou não. Não me importa a sua camisa amassada, a toalha molhada, o café por fazer. Não importa todos os “nãos” que eu gritei pra você, as portas que se fecharam e o céu que ficou nublado.
Desde que eu percebi que ao seu lado a vida é mais suave, nada disso mais me importa.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

(sem) Explicação

Não é apenas pelo sabor do seu beijo, das suas mãos na minha blusa, do seu gemido tímido, do sorriso atrevido. Não é apenas por algumas horas de prazer, pelos meus dedos molhados no meio das suas pernas, por essa fome que não passa.
É por alguma coisa que não sei o nome, que não sei definir. É um bem querer que não se mede, sem começo ou fim. Um cuidado sincero, sem posse ou exigências. É por depois de você não pensar em mais nada, não desejar outra coisa além de me perder em seus braços.

sábado, 13 de julho de 2013

Nada de lindo para te escrever

O que de lindo eu poderia escrever para você, se o mais lindo é ver seus olhos me buscando? O que de novo e interessante eu poderia escrever, se novo mesmo, é todo esse sentimento que transborda aqui dentro? Quais declarações de amor seriam suficientes, para expressar o quanto você é a única responsável por tudo que eu sinto?
Costumo te lembrar como ventania, dessas que passam e “desarrumam” tudo. E estou numa bagunça bonita de se ver. O mais difícil nisso tudo é não poder te ter ao meu lado, sempre que os meus pensamentos vão te encontrar, e sabe de uma coisa?! Ele tem feito isso tão constantemente que quase não o encontro mais em mim. E assim, estou sempre em você.
Desculpa, mas eu não tenho nada de lindo para te escrever. 

Sua,
T.

                                                                                                                                    (18.06.13)

terça-feira, 9 de julho de 2013

Você me dói, Juddy - Parte I



Eu estou achando graça, sabe? Todas aquelas palavras, as promessas, suas malditas promessas Juddy. Há, isso tudo agora me parece tão distante. Não vou te dizer que foi como um sonho ou pesadelo. O melhor mesmo, vai ser não te dizer mais nada. Foi divertido pra você? Então valeu a pena! Se eu vou chorar?! Não. Isso não. Não está doendo, e isso me parece incrível. Não cabem lágrimas aqui,já foram tantas as vezes que você as fez cair, né? Mas eu não te culpo não, eu permiti. Se existe culpado, esse sou eu. Foi engraçado pra você, então já valeu.

E não se preocupe não, e bem sei que isso não combina com você. Está tudo bem e o ar me parece menos pesado agora. Não vou te dizer que mando notícias qualquer dia, isso não será mais necessário. 
Só uma última coisa Juddy: obrigado! Obrigado por essas lições, que eu só poderia ter aprendido com você. Foram importantes e isso vai comigo o resto da vida.
E da próxima vez, vai com mais cuidado, Juddy. Nem todo mundo acha graça, nem todo mundo quer brincar de "era uma vez".


Shan.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Rosas?!

Você pode me ver
Do jeito que quiser
Eu não vou fazer esforço
Pra te contrariar
De tantas mil maneiras
Que eu posso ser
Estou certa que uma delas
Vai te agradar... 


Porque eu sou feita pro amor
Da cabeça aos pés
E não faço outra coisa
Do que me doar
Se causei alguma dor
Não foi por querer
Nunca tive a intenção
De te machucar..


(....)

Se teu santo por acaso
Não bater com o meu
Eu retomo o meu caminho
E nada a declarar
Meia culpa, cada um
Que vá cuidar do seu
Se for só um arranhão
Eu não vou nem soprar...


Hoje estou essa canção! ¬¬  Há quem goste de rosas, mas com a falta de paciência em que me encontro, estou "furando" mais que espinho.
É o que tem pra hoje!!!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Cabelo branco? Ah não!



Ontem eu encontrei meu primeiro fio de cabelo branco. É estranho e engraçado ao mesmo tempo. Como o tempo passa tão rápido e assustadoramente, não?!  E daqui alguns dias, idade nova chegando.  

Cinco anos atrás, eu imaginava uma coisa totalmente diferente de tudo que estou vivendo agora. Não me arrependo dos passos que dei, dos caminhos que não segui e das escolhas que fiz.   
A vida é um grande aprendizado, e nem uma lágrima ou sorriso são em vão. (....)



Enfim...

Agora eu sou a mais nova anciã da casa...rs

Alguém vai ter que respeitar meus cabelos brancos!!! 

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

^^


Eu adoro ser essa tal comida que você vem e... DEVORA!