Pages

sábado, 13 de julho de 2013

Nada de lindo para te escrever

O que de lindo eu poderia escrever para você, se o mais lindo é ver seus olhos me buscando? O que de novo e interessante eu poderia escrever, se novo mesmo, é todo esse sentimento que transborda aqui dentro? Quais declarações de amor seriam suficientes, para expressar o quanto você é a única responsável por tudo que eu sinto?
Costumo te lembrar como ventania, dessas que passam e “desarrumam” tudo. E estou numa bagunça bonita de se ver. O mais difícil nisso tudo é não poder te ter ao meu lado, sempre que os meus pensamentos vão te encontrar, e sabe de uma coisa?! Ele tem feito isso tão constantemente que quase não o encontro mais em mim. E assim, estou sempre em você.
Desculpa, mas eu não tenho nada de lindo para te escrever. 

Sua,
T.

                                                                                                                                    (18.06.13)

Um comentário:

Maria Midlej disse...

Que saudade!
Me pergunto quando foi que eu me perdi de tuas letras.

Continua intensamente agridoce rs

Às vezes é tudo tão lindo que nem dá pra colocar palavra.