Pages

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Belive


Foi mais fácil, amor. Aquele não, que me dizia sim. Foi mais rápido, aquela partida mentirosa que sempre deixa pedaços – em pedaços. É mais simples olhar o horizonte, do que os próprios calos, ainda tão dolorido apesar do tempo. Partir é quase que uma regra de existência. É uma afirmação de não estar ausente mesmo distante. Esse é que nunca será, é a certeza do que somos. É mais fácil, acredite. Aprendi com você mesma a sempre voar, para que assim eu tenha a garantia de no alto te encontrar. Na liberdade de não estar, mas ser.


Um beijo sublinhado de descaso e aquecido de saudades.

Czarny.

Nenhum comentário: