Pages

domingo, 8 de maio de 2016

M.ã.e

Aeroporto é mesmo um lugar de alegrias e tristezas, né? Ontem eu pude sentir isso intensamente. Era um dia feliz para mim. Mainha chegando. Uma saudade sem tamanho para sanar. Um ano e alguns meses é uma vida, fato! Eu estava feliz por mim, e pelas outras pessoas que também estavam esperando suas mães. Abraços, beijos, conversas apressadas tentando ultrapassar o tempo “perdido”. O cheiro, o som, tudo e tudo. Tão intensos como se nunca houvessem se afastado de mim.

Depois de 5 anos, é tão especial estar hoje com você. Te amo mais que muito. Você é toda minha história. 

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Flores


Eu recebi as flores. Os cheiros, todo carinho, guardado em cada pétala. Quase pude ouvir teu riso, sentir teu beijo, teu afeto, num momento tão meu. Quis saber de mim, mandou flores. As recebi. Não li o cartão, a chuva molhou. O que vinha escrito? Sentenças desse louco amor? Tinha teu perfume. Tinha tuas cores, teu cuidado tão singular. Não duvidei, de imediato sabia que era teu. Era para mim e por mim. As recebi, tenha certeza que sim.


Te beijo!


Czarny.


domingo, 1 de maio de 2016

O que seria?

E se um dia, obra do acaso do destino eu fosse a rainha do teu reino? Se por um descuido, minha linha se esbarrasse na reta do teu caminho, o que seria? 
Um mar de encantaria, de sorrisos e festejos, era assim que seria?