Pages

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

A luz apagou, mas a chama continua acesa.


A luz apagou, mas a chama continua acesa.  Foi no escuro de mim mesma, que descobri uma pequena faísca, do que um dia fora uma explosão. Nesse momento, não me importa essa luz apagada, essa ausência descompensada de cores ao redor. A chama continua acesa. Sendo assim, não há razões ou motivos para mergulhar em qualquer que seja o abismo. Ainda há esperança. Eu sou a esperança.