Pages

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Confia.

Não sei que histórias eu poderia te contar, meu amor. Não sei que encantos embalariam teu sono, cairiam na tua graça. É como se outra vez eu não soubesse como te alcançar, te acompanhar. Me ensina. Me espera. Confia.

Nenhum comentário: